terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Relíquias do Brasil - Parte IV - Porsche Allgaier


- O Brasil inciou tarde sua mecanização agrícola. Enquanto outros países eram pioneiros na produção de máquinas para a agricultura, o Brasil ainda as importava, sendo o crescimento de nossa agricultura dependente da mecanização estrangeira. Isso fez com que no Brasil possam ser vistos tratores antigos de variadas nacionalidades e marcas. Desde os símbolos americanos como John Deere, Farmall, Case, Ford, até os tratores que marcaram os europeus, como os Lanz Bulldog, Deutz, Hanomag, Ferguson, Fordson, etc.

- Mas dentre essa tratorzada toda que foi importada décadas atrás, existem alguns modelos muito mais raros, cuja importação não deve ter passado de dezenas de unidades, ou menos.

- Uma questão importante de se levar em conta é o fato de alguns desses raros exemplares não terem sidos oficialmente importados por algum representante brasileiro, mas sim, terem entrado no país pela fronteira com Argentina ou Uruguai, ou na maioria das vezes, trazidos "na mala" pelos imigrantes que vieram para o Brasil em busca de um futuro melhor.

Relíquias do nosso Brasil - Porsche Allgaier P312 1954


Esse trator, que originalmente nada lembra um trator, fez presença nos cafezais brasileiros, mais precisamente por São Paulo, Paraná e Minas Gerais, até onde tenho conhecimento. A sua história  envolve muito o Brasil, e tentarei contá-la um pouco aqui.

- Já na década de 1950, a empresa fabricante de tratores Allgaier, juntamente com a empresa Porsche, desenvolvem um trator específico para os cafezais brasileiros. Como a Allgaier fabricava tratores pequenos com motorização diesel, (acredito eu) em acordo com a Porsche, desenvolveram um motor de dois cilindros a gasolina, cabeçote de alumínio, refrigerado a ar, para equipar este modelo que seria usado para o cultivo do café. O diferencial do trator era sua carenagem própria para "cortar" os cafezais sem danificar a plantação, e também sua largura estreira.


- Em um artigo de uma revista alemã, contam que após o desenvolvimento do trator e acordo com o governo brasileiro para testes e importação, houve um problema entre fabricante e importador/comprador aqui no Brasil. Isso fez com que o projeto não fosse adiante e apenas a quantidade produzida naquele ano de 1954 fosse enviada ao Brasil e aqui vendida.

- Hoje alguns poucos exemplares podem ser vistos em coleções particulares ou museu de tratores. Alguns outros foram vendidos e exportados para colecionadores europeus. No museu de tratores da empresa Agromen existe um modelo de trator Porsche, modelo diesel junior, mas este nada tem a ver com o Allgaier P312 que era exclusivo para cafezais.








2 comentários:

Daniel S. de Araujo disse...

Onde foi feita essa foto?

Aqui na cidade de Lupercio (SP) existe um trator desses, mas carece de restauração.

Anônimo disse...

Eu tenho um desse...quem tiver interesse -danilo-sierra@hotmail.com....haha