sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Propagandas Antigas da Valmet linha 73

- O Edson do blog equipamentospesados.blogspot.com me enviou estas propagandas antigas dos tratores Valmet da linha de 1973. Neste ano foram lançados os novos tratores Valmet modelos: Cafeeiro, 62 id, 65 id, 85 id e o 110 id, todos na nova cor marrom. Achei legal esta primeira propaganda com os tratores da linha formando o V de Valmet.








quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

MAN Ackerdiesel C-40 1956

- Depois do Hanomag R45 e do Lanz Bulldog, vou mostrar a reforma do trator MAN modelo C-40 do ano de 1956, reformado neste ano de 2010. Este é um trator alemão com motor de quatro cilindros a diesel, e possui o diferencial de ter tração nas quatro rodas o que destacava o trator dos demais, principalmente na década de 50.


- Este trator foi comprado na revenda Agromotor S.A. em São Paulo, certamente no ano de 1956, por um agricultor da cidade de Pindamonhangaba-SP, dono de uma fazenda que produzia arroz. Tanto que o trator MAN foi comprado justamente para isso: por possuir tração 4x4 seria usado para arrastar as carretas no banhado de arroz. O trator funcinou, porém o que não funcionavam eram as carretas que após carregadas afundavam na lama, e somente anos mais tarde começaram a aparecer os pneus apropriados para este tipo de solo, segundo contou-me o dono da fazenda. O trator também foi muito usado parado tocando uma trilhadeira de arroz através da polia do trator e correia.

- O primeiro passo na reforma do trator foi abrir o motor pois ele não estava funcionando. Após aberto, as camisas do cilindro foram trocadas, assim como novos anéis do pistão. Os pistões foram mantidos os originais. Foram refeitos também os bicos injetores e a bomba injetora ambos Bosch. No resto o trator estava bem inteiro, só necessitando troca de alguns rolamentos e retentores e pequenos reparos.

- Depois de pronto e funcionando foi hora de revisar a parte elétrica e após tudo pronto, desmontá-lo parcialmente para pintura. Antes de pintar, grande parte das peças foram jateadas para eliminar ferrugem e várias camadas de tinta antiga. A cor verde com detalhes brancas foi feita conforme os tratores originais. O trator ganhou também dois pneus dianteiros com desenho de tração usados porém em bom estado, que são difíceis de encontrar na medida original aro 20.










sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Fotos Antigas: Fábrica dos tratores Pampa

- Os tratores Pampa são argentinos e não foram vendidos no Brasil, mas achei essa foto interessante e coloquei aqui no blog. Estes tratores eram produzidos sobre licença da Lanz alemã pela I.A.M.E. - Indústrias Aeronáuticas e Mecânicas do Estado na Argentina. Nos dias de hoje a grande maioria dos Pampa são comprados e levados para países europeus.


quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Fotos Antigas: Tratores na Estação Experimental de Machado - MG

- As fotos a seguir retirei do Arquivo Público Mineiro. São fotos datadas de 1953, e mostram tratores em diferentes atividades na Estação Experimental da cidade de Machado - MG.

- A descrição desta primeira foto no site está assim: "Demonstração do funcionamento do trator Fergusch". Na realidade se trata de um trator alemão da marca LHB puxando um arado de arrasto em uma demonstração. Alguém deve ter confundido o nome do trator, ou associado a palavra a marca de tratores Ferguson.

- Esta segunda bela foto nos mostra por volta de sete tratores Ford, todos equipados com implementos Dearborn - Ford, como plaina, grade de discos, arado de aivecas, arado de discos, broca furadeira, entre outros. A descrição da foto no site é: "Tratores Fordson da Estação Experimental".

- Esta última foto tem a seguinte descrição: "Máquina de preparação do solo para cultivo de cana-de-açúcar". O mais curioso desta foto é que tenho uma propaganda antiga que retirei de uma revista de agricultura da década de 50 chamada A Fazenda, e as máquinas, da foto e da propaganda, coincidem em muitos detalhes.

- Esta máquina da propaganda é da marca americana Thomson Machinery, e mostra o modelo XTD equipado com motor GM e tração nas quatro rodas. Existia uma outra versão sem a tração. Este trator da propaganda na minha opinião é o mesmo da foto em demonstração na Estação Experimental.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Fotos Antigas: Caterpillar e o arado Killefer

- Pela internet achei esta foto datada de 1937. Nela podemos admirar o trabalho de uma antiga máquina de esteira Caterpillar arrastando um arado Killefer. Podemos reparar na foto, o grande tamanho dos faróis da máquina, e a ausência do escapamento (coitado do tratorista). A Caterpillar também tinha uma polia em sua traseira. Detalhes um tanto quanto curiosos.

- A foto veio do Blog do Mirante e mostra o serviço da máquina Caterpillar no preparo do solo em São Gonçalo, Paraíba.


Propaganda McCormick International

- Antigamente, aqui no Brasil, as propagandas que anunciavam os tratores eram veiculadas em revistas de agricultura, e quase sempre, eram propagandas já prontas, vindas do país de origem do trator e traduzidas de sua língua original para o português.

- Acontece que esta propaganda abaixo tem algo diferente. Retirei ela de uma revista agrícola lá dá década de 50, e a propaganda contém o depoimento do agricultor Sylvio Ferreira Soares de Pelotas - RS, demonstrando o porque de sua escolha pelo trator McCormick International Super BWD-6 Diesel. Muito interessante encontrar esta propaganda que mostra o interesse da International Harvester em divulgar seus tratores no Brasil através da opinião dos próprios agricultores brasileiros.

"Escolhi este trator baseado nas características e potência, na tradição da International Harvester como fabricante e na minha própria experiência com outros modelos International. Declaro que não me arrependi, pois o mesmo tem rendido o máximo que se pode esperar de um trator da sua classe. Com o meu Super BWD-6 arei e gradeei, rápida e economicamente, 100 (cem) hectares de terra para arroz." - Sylvio Ferreira Soares.



quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Lanz Bulldog D-8506 1938

- Esta é a bonita história de um trator Lanz Bulldog 1938 - D 8506 - 35 PS, pertencente ao amigo Rodolfo de Tapiratiba-SP.


- Este Lanz Bulldog foi adquirido em julho de 1938 no representante Bromberg de São Paulo. Na época, os tratores vinham acompanhados de uma série de implementos, e com este Lanz não foi diferente. O trator veio com 2 carretas de quatro rodas, com feixe de molas e cabeçalho alto que engatava no engate superior do trator. Estas carretas eram próprias para transporte de 5 toneladas de cana. Acompanharam também o trator um arado de arrasto de 3 discos e uma grade niveladora de 20 discos que já não existem faz bem tempo, segundo o Rodolfo.

- Conta-se que naquela época não havia operador qualificado para trabalhar com o trator, por isso ensinavam um carroceiro de qualquer forma, passando a ele os conceitos básicos e logo ele já estava trabalhando na máquina, resultando em um trator que estava sempre quebrado. Como resultado disso também, o escapamento e o filtro de ar deste Lanz ainda tem sinais de amassados de capotamentos com as pesadas carretas de cana.

- A história do Rodolfo com o trator Lanz começa muito antes do próprio trator, lá na Europa. Seu pai era polonês e viveu na Alemanha como prisioneiro na 2º guerra, e depois, no pós guerra até 1951 quando veio então para o Brasil. Na Alemanha, seu pai trabalhou como mecânico e tratorista dos Lanz Bulldog, que eram os tratores símbolo daquela nação no pós-guerra. Na vinda para o Brasil, seus pais vieram juntos com o patrão da alemanha para uma fazenda em Igaraí, que os alemães haviam comprado para fornecer cana para a usina de Tapiratiba.

- Logo os donos do Lanz Bulldog souberam que na fazenda que fornecia cana a eles havia um senhor que entendia dos tratores Lanz. Assim, sempre o buscavam na fazenda vizinha para consertar o trator que vivia quebrado, até que em 1958, o pai de Rodolfo aceitou o convite para trabalhar na usina como mecânico de tratores e máquinas onde trabalhou até sua aposentadoria.

- O Lanz trabalhou até meados da década de 80, pois não era mais viável sua atividade. Ficava encostado e somente o Rodolfo que o funcionava de vez em quando. Em 2001 o trator estava em um lote de tratores desativados para serem vendidos, e então, foi quando o Rodolfo contou para o diretor da usina que ele estava prestes a se aposentar e gostaria de levar o trator Lanz com ele. Em consideração a seu pai e a ele que sempre cuidavam do trator, Rodolfo ganhou o trator em 21 de abril de 2001 e trouxe o trator para Tapiratiba rodando, mesmo com o tanque de combustível furado.

- Na reforma do trator, foi confeccionada outra bronzina da biela, trocadas as lonas de freio, trocados os pneus e o trator recebeu uma nova pintura nas cores originais. Para funcioná-lo ainda é usado o maçarico original do trator que esquenta o enorme cabeçote. Após algumas viradas no volante encaixado no virabrequim o Lanz já está em movimento, e a vizinhança já sabe que o Rodolfo vai dar umas voltas!








segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Fotos Antigas: Tratores Ursus trabalhando

- Para começar as postagens do ano com o pé direito, separei estas belas imagens. São fotos de alguns tratores Ursus trabalhando a uns 40 anos atrás.

- Esta primeira foto foi enviada por um amigo do Paraná e mostra o trator Ursus puxando uma grande grade de discos. Curioso aqui é notar o modelo de Ursus um pouco mais "velho" em razão do filtro de ar, das calotas na roda e de não possuir hidráulico.





- Estas outras quatro fotos foram enviadas pelo amigo Osires e mostram seu trabalho com o trator Ursus em diversas situações pela região de Piracicaba-SP. Destaque para a última foto que registra toda a dificuldade de tirar o trator que afundou no formigueiro.

- Os tratores Ursus possuem um motor de um pistão, a diesel e de 2 tempos de baixa rotação. Seu ronco é característico, e talvez por isso seja lembrado com mais facilidade pelas pessoas mais antigas.

- Algumas boas histórias sobre os tratores Ursus que escutei vieram do sr. Osires, como a vez em que ele, partindo de sua casa, atravessou com o trator Ursus todo o centro da cidade de Piracicaba para chegar as terras em que iria trabalhar. Seria uma travessia comum pela rua do Rosário, não fosse o fato de o trator ser extremamente barulhento e as pessoas nem terem acordado, pois ainda era de madrugada, por volta das cinco da manhã.

- Outras histórias do sr. Osires envolviam também seu irmão que trabalhava junto com ele, com outro trator Ursus. A dupla era sempre bem animada, e certa vez ao parar em uma vila, os tratores chamaram a atenção dos populares. Sabendo o que ia fazer, o irmão do sr. Osires, manualmente, fez com que o motor disparasse soltando fogo pelo escapamento, fechou a torneira do óleo diesel sem ninguém perceber e correu gritando: Vai explodir!! Contam os irmãos que alguns populares de tanto medo atravessaram cercas e cercas de arame.

- Para dar partida no motor, usa-se uma bateria e uma bobina muito forte que gera uma faísca contínua, ligando-o assim na gasolina. Em alguns casos o choque no tratorista acontecia! Quando eles comentavam do choque da bobina do trator Ursus, um negro muito forte resolveu desafiá-los alegando aguentar segurar a vela na mão com a faísca ligada!!! Segundo o sr. Osires e seu irmão, foi só ligar a bobina e o negro correu como um doido de tanta dor, mudando assim sua fama de machão no vilarejo.

- Outra história eu ouvi de um outro amigo, o qual me contou que em uma fazenda o tratorista não conhecia muito bem o funcionamento do trator Ursus e fez com que o motor disparasse com o trator em movimento. Com o motor disparado, soltando bolas de fogo pelo escape, o motorista assustado pulou fora do trator que seguiu desenfreado até cair dentro de um rio. Contam que o trator continua lá até hoje. O curioso foi que quando contei essa história para o sr. Osires, ele mesmo já havia escutado a mesma de outra pessoa.


terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Confraternização

- Este texto retirei de um exemplar da revista "A Fazenda" da década de 50. É uma propaganda da empresa americana de tratores Minneapolis Moline. Que o belo exemplo dos cavalos sirva para todos nós neste ano de 2011 que se inicia!



   Não importa que uma porteira ou uma cerca os separe. Quando um cavalo quer coçar suas costas e não pode, procura outro para fazê-lo. E, para mostrar ao companheiro o lugar exato onde a coceira o aflige, começa a mordiscar-lhe levemente as costas, precisamente no lugar onde a sua está coçando. O outro compreende e em seguida retribui a “carícia”...

   Que lição admirável para este mundo inquieto, onde torrentes e torrentes de palavras não conseguem trazer compreensão, paz e boa vontade entre os homens!

  De fato: a mútua compreensão e ajuda é coisa que todos procuram! No que respeita à agricultura moderna, sua cooperação para solver o problema cifra-se em prover alimentos, fibras e óleos, em abundância. A história da civilização nos ensina que as nações bem alimentadas e vestidas são as mais compreensivas e colaboradoras.

   A Minneapolis-Moline sente-se orgulhosa do papel que suas Modernas Máquinas, Tratores “Visionlined” e Grupos Motores vem desempenhando para ajudar a agricultura moderna a obter mais e melhores produtos do campo, com menos mão de obra e despesas. Os produtos da MM, bem empregados, ajudam também a preservar a virtude produtiva das terras, para a geração presente e as futuras.

   O desenho bem feito, a construção robusta e o controle da qualidade nas fábricas MM garantem um rendimento indefectível e seguro no campo, ano após ano, em toda parte onde o homem trabalha a terra pelos processos modernos.

Minneapolis – Moline Power Implement Company